Mais de 30 milhões de brasileiros têm hipertensão, doença que causa desgaste acelerado das artérias e dos principais órgãos irrigados por elas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima uma redução na expectativa de vida de até 16,5 anos em pacientes com pressão alta não controlada. Além disso, a falta de tratamento adequado pode causar problemas graves. Conheça três deles:

Infarto

A pressão alta é um dos principais fatores de risco do infarto agudo do miocárdio, sendo responsável por pelo menos 40% dos casos. A situação é ainda mais grave se a doença for combinada com outros fatores, como colesterol alto, diabetes e tabagismo. No Brasil, cerca de 300 mil pessoas morrem de doenças cardiovasculares todos os anos.

AVC (Acidente Vascular Cerebral)

Mais da metade das ocorrências de AVC são resultado da hipertensão. O AVC, conhecido popularmente como derrame cerebral, pode causar paralisia nos braços, pernas e rosto, além de comprometimento da fala e do raciocínio.

Insuficiência renal

A hipertensão arterial também é uma das principais causas da insuficiência renal em todo o mundo. Segundo o Incor (Instituto da Coração), ela é a origem de 25% dos casos de insuficiência renal terminal. A doença se caracteriza pela perda da capacidade dos rins de filtrar sais, resíduos e líquidos do sangue.

A pressão alta só provoca sintomas em casos muito graves, por isso é subestimada por grande parte da população. Não deixe de controlar sua pressão com disciplina. Acompanhe as redes sociais da DPSP para dicas de como medi-la corretamente!





Tags: hipertensão; pressão alta; doenças cardiovasculares



Deixe seu comentário

Para comentar ou responder, você precisa se cadastrar ou estar logado.


0 Comentários