O colesterol alto pode ser consequência de diferentes fatores, como o histórico familiar, alimentação rica em gordura, obesidade, estresse, consumo excessivo de bebidas alcoólicas e tabagismo. Mas existem doenças que podem estar associadas aos casos de colesterol alto que muita gente nem imagina. É o caso do hipotiroidismo.

O hipotiroidismo é caracterizado pela produção insuficiente de hormônios pela tireoide, glândula localizada na região do pescoço, à frente da traqueia. Esses hormônios são essenciais para o funcionamento correto do organismo, que inclui coração, fígado, rins e cérebro. Ele influi também no crescimento, no ciclo menstrual e na fertilidade. Quando há alguma disfunção na tireoide, os sintomas começam aparecer e vão desde perda excessiva de peso, cansaço, sensibilidade ao frio, até fraqueza muscular e queda de cabelos.

Outra questão importante é que pessoas com hipotiroidismo possuem níveis de colesterol elevado. Isso ocorre porque o fígado desses pacientes, órgão que faz uma “limpeza” em nosso sangue, tem um baixo número de receptores para o LDL, o famoso “colesterol ruim”, que dificulta essa limpeza. 

Por isso é importante identificar qual a causa do colesterol alto a fim de não ocasionar problemas futuros. 

Converse com seu médico sobre seus hábitos e histórico familiar. Essas informações, associadas a exames, podem auxiliar no diagnóstico correto. Siga o tratamento prescrito por ele e faça mudanças na sua rotina que contribuam para o controle da doença.





Tags: Hipotiroidismo, colesterol, aumento, drauzio varella



Deixe seu comentário

Para comentar ou responder, você precisa se cadastrar ou estar logado.


0 Comentários