Toda pessoa com diabetes já ouviu falar que pode ter mais dificuldade na cicatrização de machucados e feridas. Mas o que pouca gente sabe é que essa má cicatrização também afeta a boca.

A higiene bucal é o principal meio de prevenir as cáries, gengivites, periodontites e outras doenças causadas por restos de alimentos. O ideal é escovar os dentes ao menos três vezes por dia e usar o fio dental regularmente. É normal, vez ou outra, esquecermos de escovar em algum horário ou ficar com aquela preguiça de passar o fio. Pessoas com diabetes, porém, devem ter atenção redobrada e evitar ao máximo deixar de fazer a limpeza.

Quando a glicemia está descontrolada, a cicatrização pode ficar prejudicada, o que permite que infecções simples possam se desenvolver rapidamente. As que mais atingem pessoas com diabetes são a gengivite e a periodontite, inflamações que podem levar até à perda óssea.

Por isso, em linhas gerais, quem tem diabetes tem menos margem para descuidar do cuidado com a boca. É preciso fazer a higiene bucal de forma correta e regular. Além da escovação, o fio dental é imprescindível para atingir e limpar áreas onde a escova não alcança, principalmente na lateral entre os dentes. Não existem recomendações oficiais sobre se o fio deve vir antes ou depois da escova, mas usar o fio antes é uma boa dica, pois ele pode soltar resíduos que depois serão eliminados pela escova. Além disso, recomenda-se visitar o dentista a cada seis meses.

Sentiu dor, sangramento ou desconforto na boca? Procure atendimento médico. Não deixe que uma coisa simples se torne um problema na sua vida. Uma boa dica para manter a limpeza bucal em dia é andar sempre com escova, pasta e fio dental na bolsa ou na mochila. Previna-se sempre!





Tags: higiene bucal; glicemia ; cicatrização; diabetes; gengivite ; periodontite; cárie



Deixe seu comentário

Para comentar ou responder, você precisa se cadastrar ou estar logado.


0 Comentários